Compliance para PMEs: qual a importância e como superar os desafios

Bruno Zago

15 maio 2020 - 16:51 | Atualizado em 19 maio 2023 - 10:57

Homem com traje social segurando tablet escrito Compliance

O compliance, caracterizado pelo conjunto de práticas e políticas que visam manter a empresa em conformidade com a lei, é especialmente complicado de ser realizado pelas PMEs (pequenas e médias empresas). Dispondo de poucos recursos e equipes reduzidas, essas organizações encontram dificuldade em criar programas de regulamentos eficientes.

Neste artigo, iremos te contar um pouco mais sobre essas dificuldades, além de algumas sugestões de como um dono e/ou gestor de uma corporação de pequeno ou médio porte pode implementar uma política eficaz de compliance. Confira!

A importância do compliance para pequenas e médias as empresas

Um programa de compliance vai estabelecer um conjunto de medidas que dão norte a procedimentos, valores e regras. Isto ajuda a detectar, interromper ou até mesmo impedir irregularidades. É uma ação para que a reputação do negócio seja mantida e para evitar que leis acabem sendo burladas.

Casos variados no exterior, e inclusive no Brasil, que provocaram o surgimento da conhecida Lei Anticorrupção por aqui, deram ainda mais espaço para esse assunto. Com todas essas questões éticas entrando cada vez mais no mainstream, é importante seguir um código de conduta, visando enriquecer a identidade da empresa.

Desafios das PMEs financeiras em relação a compliance

Embora empresas financeiras de diferentes portes às vezes passem por desafios muito parecidos, as PMEs costumam ter dificuldades de destinar recursos a um profissional ou a uma equipe exclusiva de compliance.

A realidade é que muitas dessas empresas conseguem fazer apenas um mínimo necessário, algumas até por desconhecimento em relação a procedimentos adotados.

Pensando em um cenário ainda mais crítico, pode existir a dificuldade prática de acompanhar as mudanças regulatórias, além dos recursos reduzidos para lidar com Tecnologia da Informação.

Para empresas que possuem grande limitação de orçamento em seus projetos, são feitos verdadeiros malabarismos para que se dê conta do funcionamento das áreas da companhia.

Todos esses detalhes combinados tornam o processo de compliance ainda mais difícil. Consequentemente, as PMEs acabam se expondo a riscos perante órgãos reguladores e principalmente aos seus negócios que podem ficar vulneráveis.

 

compliance-em-pme-entenda-melhor-como-superar-os-obstaculos

Como pequenas/médias empresas podem aplicar o compliance?

Mesmo com desafios que parecem difíceis de serem vencidos, é possível que PMEs invistam em compliance. É preciso vencer as barreiras para evitar inconvenientes legais.

Visando fornecer maior segurança, assertividade e agilidade na consulta e validação de dados, apresentamos o Data Engine Cedro. Com essa poderosa ferramenta de consulta e validação de dados, é possível otimizar a gestão de compliance, com acesso a KYC (Know Your Client), KYE (Know Your Employee), KYP (Know Your Partner), entre outros.

Quer ficar por dentro de tendências em compliance? Aqui no blog da Cedro Technologies tem muitos materiais a respeito desse tema!

Recomendados para você

Mulher com trajes sociais utilizando computador
O que é Background Check? Entenda a importante desse processo para a sua empresa ...
Pessoas em uma mesa de reunião olhando para a tela de um computador
Saiba quais são as vantagens de se investir em pesquisa e inovação ...
Mulher em casa utilizando tablet
A importância da UX na melhora da abertura de contas digitais ...