Tecnologia

5 tendências tecnologias para 2024 e como elas vão impactar o mercado financeiro

Avatar do Thamara Araujo

Por Thamara Araujo

04 janeiro 2024 - 10:53 | Atualizado em 04 janeiro 2024 - 14:57


5-tendencias-tecnologias-para-2024
5 tendências tecnologicas para 2024
5
(1)

O Gartner, líder em aconselhamento para empresas, apresentou as principais tendências tecnologias para 2024 e como as empresas devem se portar a elas.  

De acordo o Vice-presidente da instituição, é necessário estar atento às mudanças tecnológicas e socioeconômicas, para garantir que sua empresa irá agir rápido frente à necessidade de mudanças.  

Nesse texto, vamos alinhar as tendências tecnológicas ao mercado financeiro, e como as empresas do setor devem se adequar a elas.
 

Tendências Tecnologias para 2024 

O Gartner prevê 10 principais tendencias para o ano. Entre elas, destaca-se a Inteligência Artificial e a Segurança Cybernética, que já são temas recorrentes nas pesquisas da Instituição. 

  1. Inteligência Artificial Generativa Democratizada: A GenAI tem ganhado espaço nas discussões pela democratização de acesso a informações e dados. Até 2026, o Gartner prevê que mais de 80% das empresas usarão a GenAI e APIs para a garantir um modelo de tecnologia mais fácil e democrático;
  2. Gestão Contínua de Exposição a Ameaças: A CTEM prevê que as empresas avaliem constantemente a exposição e confiabilidade dos dados e ativos físicos e digitais. Garantir a gestão contínua faz com que seja possível prever ameaças antes de seu acontecimento, reduzindo possíveis danos e violações;
  3. Machine Customers: Ou chamados “custobots” são atores econômicos não-humanos que negociam e compram bens e serviços em troca de pagamento. Eles possuem potencial para agir como clientes e trará receitas de trilhões;
  4. Engenharia de plataformas: Se trata da engenharia de criar e operar plataformas internas de autosserviço. A engenharia de plataformas tem um time dedicado para atender às necessidades dos usuários e interagir com outras ferramentas e processos;
  5. Plataformas de Nuvem da Indústria: O Gartner prevê que mais de 70% das empresas usarão plataformas de Nuvem da indústria (ICPs) para acelerar suas iniciativas de negócios, o que representa um aumento em relação os 15% estimados para 2023. 

Essas tecnologias vão gerar grandes oportunidades para empresas e consumidores, e vão impulsionar a criação de inovações consideráveis em vários níveis da economia. Mas como essas tendências já impactam no setor financeiro? É o que vemos a seguir.  

 

Outsourcing de TI

 Previsões do mercado financeiro para 2024 

O ano de 2023 foi um bom ano para o mercado financeiro, de acordo com a Anbima – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), pessoas físicas movimentaram de R$5 trilhões de reais em bancos, corretoras e plataformas de gestão de ativos. Isso fez com que o índice IBOV alcance a maior pontuação em muitos anos.  

Pelo lado das empresas, as Fintechs foram os destaques de 2023 e para 2024 isso deve se manter. Aumentando a relação de parcerias entre Fintech e incumbentes, estimulando as M&As.  

Com a redução das taxas de juros e crescimento do PIB, projetado pelo Banco Central um crescimento de 1,8%, o setor tende a estar em alta em 2024. Além disso, destacam-se os olhares estrangeiros sobre o mercado brasileiro, que passou por um aumento de investimentos externos nos últimos meses de 2023, alcançando o maior patamar desde 2008.  

Para aproveitar a boa onda do mercado, algumas tecnologias vão apoiar nesses processos, veja quais são os principais para 2024.
 

Tecnologias para o mercado financeiro em 2024 

  1. Inteligência Artificial: A IA é capaz de analisar e gerenciar dados em grande escala, identificando oportunidades e ameaças nas corporações, por isso é essencial investir nessa tecnologia. Além de apoiar na prevenção de fraudes e personalizar serviços financeiros.  
  2. Tokenização: O processo de criação de tokens virtuais, é uma grande tendência no mercado financeiro. Com a transformação de ativos físicos ou virtuais em tokens é possível tornar o mercado mais acessível e eficiente.
  3. Drex: essa tecnologia permite uma descentralização na troca de ativos digitais, eliminando a necessidade de intermediário tradicionais, além de prometer maior segurança, transparência e eficiência. O Drex será a moeda digital oficial e tem previsão de entrar em vigor no final de 2024.
  4. Segurança e auditorias: Com o avanço na tecnologia, se torna necessário reforças também a segurança, segundo pesquisa da Deloitte, 70% das empresas prevê aumentar os investimentos em segurança. Além disso, as instituições de regulamentação do setor, como CVM e Bacen, também irão aumentar a cobrança de processos relatórios que tragam maior confiança ao mercado.
  5. Superaplicativos e autosserviços: A oferta de serviços passa cada vez mais ganhar destaque, por isso, as fintects vem ganhando força. A oferta de diferentes serviços eleva a diferenciação e melhora a experiência do cliente. Para isso é essencial contar com diferentes tecnologias e plataformas que apoiem a aumentar a gama de serviços ofertados. Grandes exemplos são, Pagbank, Nubank, Magalu e outros. 

Mesmo com bons motivos para acreditar que o ano de 2024 tende a ser bom para o mercado financeiro, esse setor é muito sensível a qualquer movimento interno e externo. Estar atento a tendências e investir em inovação e tecnologia, ajuda as empresas desse setor a mapear oportunidades e driblar possíveis ameaças.  

A Cedro Technologies é especialista em tecnologias para o mercado financeiro e conta com diversas soluções para apoiar empresas e consumidores nesses desafios. Uma de nossas soluções são as APIs Cedro que apoiam empresas a ofertarem serviços mais eficientes com menor custo de desenvolvimento. Quer conhecer melhor? Basta acessar aqui.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

+ posts

Formada em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Uberlândia e com Pós-Graduação em Marketing Digital. Possui mais de 5 anos de experiência no Marketing Digital, com especialidade na geração de conteúdo para o mercado de tecnologia. Hoje é Head de Pré-sales na Cedro Technologies.

Comentários: