Tecnologia

Big Data Storytelling: veja como os dados podem contar grande histórias

Por Vitor Precioso

14 março 2016 - 18:10 | Atualizado em 02 fevereiro 2023 - 10:36


big-data-storytelling-como-dados-podem-contar-grandes-historias

A técnica de Storytelling pode ser usada nas empresas como ferramenta para construir um relacionamento com os clientes — do inglês, o termo significa “Contar uma história”. Nesse contexto, a união entre Storytelling e Big Data é muito benéfica — como uma forma de embasar qualquer informação, o uso de dados da empresa pode ser um recurso interessante para que a história contada aos clientes seja consistente e que, ao mesmo tempo, transmita credibilidade.

De fato, ambos devem ser trabalhados com cuidado para que se complementem. Continue lendo e descubra como dados podem tornar uma história poderosa e esta, se bem escrita, fazer com que os dados apresentados sejam inesquecíveis.

Mas por que utilizar Big Data Storytelling?

Contar histórias é, desde sempre, uma forma excelente de transmitir experiências, sensações e pensamentos. Envolver dados nessas narrativas é uma maneira de trazer profundidade a elas e envolver aqueles a quem elas se direcionam.

Do ponto de vista de um analista de dados, o objetivo é buscar compreender ações e comportamentos para traçar estratégias que possam persuadir e instigar mudanças em um público-alvo. Histórias atrativas e que tragam coesão a esses dados que, por mais completos que sejam, podem não ter o menor sentido ao público que se destina.

Levantar informações que sejam significativas para uma audiência, as contextualizando por meio de um relato atrativo e bem desenvolvido, é um meio estrategicamente interessante de aproximar uma empresa de seu público.

Saiba como coletar e utilizar os dados

Muitas empresas sofrem com o excesso de dados e têm dificuldade em separar o que é relevante do que não possui valor para as histórias. A grande produção de conteúdos, nos diferentes meios de comunicação, pode ampliar a massa de dados a um nível caótico e a falta de uma seleção correta do que deve ser usado impede que os bons dados sejam contextualizados.

Portanto, é preciso que haja um forte processo de análise de dados. Estes devem ser trabalhados e estruturados de modo que façam sentido e sejam relevantes para a audiência a que se direcionam. Mesmo que se tenha informações completas e bem aprofundadas, de nada adianta se não forem atrativas para o público.

Tenha uma equipe preparada lógica e humanamente

Para obter sucesso utilizando Big Data Storytelling, analistas com expertise precisam estar alocados no processo de desenvolvimento. Hoje, existem plataformas que contribuem para a inteligência do negócio e que fazem o monitoramento automático do tráfego de informações online, filtrando o que estiver predeterminado. Mas o trabalho humano é indispensável tanto na análise de informações quanto na criação de histórias para alcançar um resultado positivo com esse tipo de ação.

O mercado passa por muitas dificuldades na busca de profissionais qualificados a estas atividades. Isso porque não bastam pessoas com conhecimentos técnicos em análise de dados; é preciso que sejam motivadas a se comunicarem com outros indivíduos, algo que, muitas vezes, pode ser difícil para colaboradores dirigidos ao trabalho com números.

Procurar por empresas que prestam consultoria pode ser uma alternativa quando a contratação de profissionais especializados em Big Data Storytelling torna-se difícil, pois o sucesso dessa atividade depende de profissionais capazes de unir dados precisos a histórias que envolvam sua audiência.

E você, o que acha sobre criar um Storytelling utilizando os dados da sua empresa? Já pensou em colocar em prática esse processo? Conte para a gente nos comentários!

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.