5 razões para pensar na experiência do usuário em projetos de apps

Rogério Marques

23 março 2016 - 14:53 | Atualizado em 29 março 2023 - 17:46

Homem e mulher sorrindo e usando o celular dentro de um café

Uma mudança importante vem acontecendo no cenário de desenvolvimento de software: está se pensando mais em experiência de usuário do que em interfaces. O foco da produção se encontra agora no modo como as pessoas utilizam os sistemas e de que maneira tornar tudo isso mais positivo para todos os envolvidos.

Priorizar a experiência do usuário (ou UX, “user experience”) significa se apoiar em testes A/B para se determinar os melhores caminhos para o funcionamento de um aplicativo, além de aproveitar a riqueza de dados de comportamento do público disponíveis no meio digital.

Esta tendência se tornou comum porque proporciona uma série de benefícios não só para o usuário como também para quem desenvolve os aplicativos. Veja a seguir 5 motivos para pensar na experiência do usuário em projetos de app:

1 – Comprovadamente melhor

Priorizar a experiência do usuário não é apenas mais uma tendência sem razão. Graças à riqueza de dados que possuímos hoje a respeito da forma como as pessoas utilizam plataformas digitais, é possível perceber nitidamente o quão mais engajadas elas ficam ao utilizar um app que prioriza a UX. Existem múltiplos dados e pesquisas que mostram a importância deste movimento e como ele faz uma grande diferença para o seu público.

2 – Eficiente para o desenvolvedor

Focar em experiência do usuário não impacta somente o público final do aplicativo, mas também todo mundo que está envolvido com o seu desenvolvimento. Em geral, é necessário sempre entregar os sistemas mais simples e eficientes para se proporcionar uma boa UX. Pensar desta forma é positivo para o profissional, que poupará recursos e não perderá tempo em implementações mais complexas do que deveriam ser.

3 – Mais econômico

Ao trabalhar com sistemas de uso simples, uma equipe de desenvolvimento está conduzindo o projeto de maneira eficiente e enxuta, diminuindo os seus recursos gastos. No final do projeto, isso faz uma grande diferença econômica para a empresa. Além disso, uma interface que proporciona boa experiência de usuário tem mais chances de obter menos ocorrências de suporte, gerando ainda mais economia após a etapa de produção.

4 – É o que seu concorrente está fazendo

Foco em experiência do usuário não é um movimento futuro: é o presente. Há alta probabilidade de seus concorrentes já estarem trabalhando com esta premissa, o que coloca o seu produto em desvantagem. Lembre-se de que focar em UX não é uma tendência vazia, tendo corroboração de pesquisas especializadas. Implemente esta mudança de pensamento nos seus processos de desenvolvimento.

5 – Essencial para o engajamento

Se a sua empresa possui um aplicativo ou software próprio, certamente existe um grande objetivo por trás dele. Seja para aumentar número de vendas, solidificar seu branding, facilitar o contato com seus clientes ou qualquer outro motivo, uma UX bem implementada vai impulsionar as interações do seu público simplesmente porque a experiência dele será melhor. Uma pessoa fica mais propensa a interagir ou fazer negócio com uma marca nestas situações.

Já se convenceu a mudar a forma de conduzir o seu desenvolvimento de software? Aprenda um pouco mais com a nossa websérie só sobre experiência do usuário.

websérie sobre ux

 

Recomendados para você

Pessoa utilizando computador
Vem aí! Novo modelo do home broker Fast Trade será lançado ...
Homem marcando seu nível de humor em projeção
Total Experience: o que é e como ela contribui para o seu negócio? ...
Homem com trajes sociais colando post-its em mural
UX e a jornada do usuário: conheça a sua real importância para as empresas ...