Investimentos e Mercado de Ações

Gatilhos educacionais: saiba tudo sobre a nova norma da BSM

Avatar do Thamara Araujo

Por Thamara Araujo

01 fevereiro 2024 - 09:00 | Atualizado em 26 janeiro 2024 - 11:13


gatilhos-educacionais-bsm
Gatilhos Educacionais
0
(0)

Nos últimos anos, a educação financeira tem se tornado uma preocupação crescente em todo o mundo. Com a complexidade dos mercados financeiros e a proliferação de opções de investimento, é crucial que os investidores tenham o conhecimento e as habilidades necessárias para tomar decisões informadas e prudentes. Além disso, os participantes do mercado, como corretoras, devem garantir a integridade das operações dos seus clientes, evitando perdas.  

Nesse contexto, os gatilhos educacionais emergem como uma ferramenta para promover a conscientização e a educação financeira dos investidores e garantir a segurança no mercado de capitais. Veja mais sobre esse tema nesse artigo.  

 

BSM e os Gatilhos Educacionais 

Recentemente, a BSM Supervisão de Mercados, principal autorreguladora do mercado de capitais brasileiro. Introduziu uma nova norma que exige que as corretoras enviem materiais educacionais para os clientes em situações específicas.  

Essa nova norma já está em vigor desde junho de 2023 e obriga todos os participantes do mercado que ofertam investimentos via RLP a enviarem alertas de acordo com alguns indicadores de resultados financeiros e de operações de investimento. Juntamente com esses alertas, deve ser enviado um material educativo sobre o tema.  

Esses gatilhos educacionais foram projetados para serem acionados quando os investidores estão próximos de zerar suas operações de investimento ou enfrentam situações de risco financeiro significativo.  

 

Sobre a nova norma de Gatilhos Educativos 

A norma requer que as corretoras enviem mensalmente relatórios à BSM, confirmando o envio desses materiais educativos em seis casos principais: 

  1. Após o primeiro day trade realizado pelo investidor; 
  2. Após a primeira perda diária superior a R$1.000,00; 
  3. Na primeira vez que o cliente sofrer prejuízos de 10% de seu patrimônio; 
  4. Na primeira vez que o cliente sofrer prejuízos de 25% de seu patrimônio; 
  5. No momento em que for realizada a primeira liquidação compulsória pelo Participante em nome do cliente; 
  6. No momento em que for realizada a quinta liquidação compulsória pelo Participante em nome do cliente. 

Esses gatilhos foram escolhidos devido ao risco em que o investidor está apresentado. O day trading, ou a prática de comprar e vender ativos financeiros dentro do mesmo dia, pode ser emocionante, mas também é altamente arriscado. Enviar materiais educacionais após o primeiro day trade ajuda os investidores a entenderem os riscos e as nuances dessa estratégia. 

Dados de mercado financeiro para sua empresa

Perdas significativas podem ser um sinal de que o investidor está assumindo mais riscos do que pode suportar. Receber material educativo após uma perda substancial pode ajudar o investidor a reavaliar sua estratégia e adotar uma abordagem mais cautelosa. 

Além disso, a zeragem ou liquidação compulsória, indica de que a operação que o cliente está fazendo representa algum risco para ele mesmo ou para a empresa, seja por saldo, patrimônio e vários outros pontos.  

Os gatilhos educacionais representam uma abordagem proativa e preventiva para promover a educação financeira e mitigar os riscos associados ao investimento. Ao identificar os pontos críticos na jornada do investidor e fornecer orientação personalizada, as corretoras podem desempenhar um papel fundamental na proteção dos interesses e no bem-estar financeiro de seus clientes. 

 

Sobre o manual e layout exigido  

A BSM já disponibilizou o modelo de layout que as empresas devem enviar o relatório.  

Sobre os alertas, é necessário conter algumas informações centralizadas, como: 

  • Código do Participante;
  • Identificação do sistema utilizado;
  • Identificação do evento de acionamento;
  • Data do acionamento do gatilho;  
  • Hora do acionamento do gatilho;  
  • Usuário do acionamento do gatilho;  
  • Código do investidor registrado na B3.

Sobre os materiais educativos enviados, é necessário informar alguns dados como: 

  • Código do Participante;  
  • ID Identificação do evento de gatilho;
  • Descrição do gatilho acionado;  
  • Data do disparo do material;
  • Hora do disparo do material;  
  • Usuário que realizou o disparo do material educacional;  
  • Código do investidor registrado na B3;  
  • Canal de envio do material educacional (Ex: E-mail, pop-up, etc.);
  • Remetente do material educacional enviado. (Ex: corretora@domínio.com.br, etc.);
  • Destinatário do material educacional enviado. (Ex: investidor@domínio.com.br). 

Para o envio desses materiais à BSM, é importante contar com uma solução que irá centralizar essas informações é um único sistema, facilitando à criação do relatório. 

A Cedro já está preparada para atender essa demanda através do Risk Cedro. O Risk Cedro é a nossa central de gerenciamento de riscos, com diversas funcionalidades como zeragem compulsória BMF e Bovespa, alavancagem, zeragem semiautomática, e agora, conta com os gatilhos educacionais.   

Em última análise, os gatilhos educacionais são um passo na direção certa para promover uma cultura de investimento responsável e sustentável. Ao capacitar os investidores com o conhecimento e as habilidades necessárias para tomar decisões informadas, podemos criar um ambiente financeiro mais seguro e resiliente para todos. 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

+ posts

Formada em Relações Internacionais pela Universidade Federal de Uberlândia e com Pós-Graduação em Marketing Digital. Possui mais de 5 anos de experiência no Marketing Digital, com especialidade na geração de conteúdo para o mercado de tecnologia. Hoje é Head de Pré-sales na Cedro Technologies.

Comentários: